SPEKON - Localização tradicional desde 1842

Desde 1994 investimentos contínuos na localização de Seifhennersdorf e alargamento da gama de produtos têxteis para equipamentos militares, sistemas de paraquedas e armazenamento, bem como para a aviação.

1994 Senol Yegin compra a empresa

De 1989 a 1994 Produção contínua desde a mudança política

1968 Desenvolvimento de um novo paraquedas planador por Helmut Henschel
Início de métodos de controlo científicos e testes de canal de vento

De 1953 a 1989 Fabrico de paraquedas civis e militares, bem como vestuário com aprox. 700 colaboradores

1953 Fundação de "Desenvolvimento para paraquedas"

De 1946 a 1953 Fabrico de vestuário, bem como têxteis para fins laborais e domésticos

De 1938 a 1945 Fábrica têxtil, S. Henking, sob a gerência de Siegfried Henking
Desenvolvimento e produção de paraquedas com mais de 2000 colaboradores
Foram criados vários ramos em Berlim, Como e Paris
Fabrico de paraquedas para carga e paraquedas de emergência.
Expropriação depois da 2ª Guerra Mundial

De 1927 a 1932 Produção de artigos de embalagem

De 1914 a 1927 Produção em um moinho sob a gerência de Hugo Zietz

De 1862 a 1911 Tinturaria e tecelagem com teares de lançadeira, Marx funda uma escola própria, um centro com banco e posto de saúde, tecidos especiais eram fornecidos para todo o mundo, entre outros destinos, para Melbourne, Austrália

O moinho foi leiloado depois da morte de H. R. Marx.

Em 1842 Heinrich Robert Marx fundou a produção de tecidos em Seifhennersdorf.